15 gestos que deves evitar fazer no estrangeiro se quiseres chegar vivo a casa…

 

Imaginas que saudares alguém com uma mão, deixares gorjeta ou abrires os presentes assim que os recebes podem ser mesmo gestos ofensivos em algumas partes do mundo? Ainda que te possa parecer muito estranho por não estares habituado, alguns lugares do mundo têm costumes e tradições tão diferentes que há coisas muito simples aos teus olhos que podem ser insultos graves…

Assim, se quiseres sobreviver no estrangeiro, conhece 15 gestos que deves evitar fazer, a todo o custo, quando estiveres fora de portas:

1. Deixar gorjeta – JAPÃO

Em alguns países, a gorjeta é opcional mas em sítios como os Estados Unidos da América, é obrigatória. Curiosamente, no Japão é precisamente o contrário: o gesto é visto como uma ofensa sendo que nos restaurantes os trabalhadores têm que atender os clientes sempre com os padrões de qualidade elevados, isto sem receberem nenhum tipo de incentivo extra.

2. Abrir presentes à frente dos outros – ÁSIA

Em algumas regiões asiáticas, abrir um presente em frente aos convidados não é um gesto muito bem visto. O melhor a fazer é abrires as prendas que te foram dadas quando estiveres sozinho, pois assim demonstrar que não estás ansioso por saber o que te deram e evitas ofender aqueles cujo presente podia ser considerado de pouco valor.

 

3. Brindar a chocar os copos – BUDAPESTE, HUNGRIA

O brinde é comum em todos os cantos do mundo mas em Budapeste é algo diferente. Por lá, brindar a chocar os copos recorda a derrota da Hungria frente aos austríacos durante a Revolução Húngara em 1848 onde, para celebrar, os vencedores fizeram um brinde a chocar ligeiramente os seus copos…

4. Fazer contacto visual – ÁSIA

Olhar nos olhos quando se fala com uma pessoa é sinal de respeito e de atenção mas em algumas zonas da Ásia, de África e até da América Latina, o contacto visual persistente pode ser visto como um símbolo de confronto e de ameaça.

5. Cumprimentar com apenas um mão – COREIA DO SUL

Na Coreia do Sul, saudar alguém com uma só mão é considerado uma ofensa, pois os seus costumes dizem que um cumprimento conveniente é quando se aperta a mão com a direita e se toca no ombro com a esquerda. Não o fazer é considerado ofensivo.