A OMS culpa os jovens pelo aumento dos casos de coronavírus

 

Ainda que alguns países tenham conseguido diminuir a quantidade de contágios de COVID-19 graças às medidas de higiene adoptadas pela população, a verdade é que continuam a surgir surtos e aumentos de casos em alguns locais porque as pessoas têm relaxado com as precauções sanitárias.

O diretor da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, explicou durante uma conferência que o perigo devido à pandemia continua a existir e que os mais jovens são os principais culpados pelo aumento de casos do novo coronavírus SARS-CoV-2 devido à sua falta de atenção e do cumprimento das normas sanitárias.

Segundo a OMS, existem evidências de que o aumento repentino de contágios em alguns países se deve aos jovens entre os 20 e os 39 anos de idade que “baixaram a guarda” durante o verão.

 

“Já dissemos antes e vamos voltar a dizer: os jovens não são invencíveis. Os jovens podem infectar-se. Os jovens podem morrer e os jovens podem transmitir o vírus a outras pessoas”, disse o diretor da OMS.

Para além disto, Tedros recordou que devemos adaptar-nos a uma nova maneira de viver, com responsabilidade e tendo sempre como prioridade a saúde.

A verdade é que todos nos sentimos stressados devido ao período de quarentena e é muito fácil perder a paciência, todavia, temos que nos acostumar a esta nova “normalidade” e são os jovens que devem fazer um maior esforço por cuidarem de si mesmos e dos que lhe são queridos.