A profundidade da seleção de Portugal para o Euro é absolutamente incrível

 

A Premier League tem tido um sentimento muito português ao longo desta época.

Bruno Fernandes, Ruben Dias, João Cancelo, Bernardo Silva e Diogo Jota foram protagonistas em Inglaterra com os seus respectivos clubes. Isto significa que Portugal, liderado por Cristiano Ronaldo, vai entrar no próximo EURO como um dos favoritos, tentando assim defender o título.

Em todas as posições do campo, o treinador Fernando Santos possui uma riqueza de talentos, tanto que podia criar dois XIs de alta qualidade utilizando jogadores portugueses.

Formação: 4-2-3-1

GR – Rui Patrício (Wolves) & Anthony Lopes (Lyon)

Sem dúvida dois dos melhores guarda-redes do futebol mundial neste momento.

DD – João Cancelo (Man City) & Ricardo Pereira (Leicester)

Cancelo está em disputa para ser rotulado como o melhor lateral do planeta neste momento, enquanto que Pereira está provavelmente também entre os 10 melhores.

DC – Rúben Dias (Man City) & Domingos Duarte (Granada)

Dias transformou-se no Virgil van Dijk português após a sua mudança para o City e ainda só tem 23 anos. Duarte tem-se destacado na La Liga desde a sua estreia na última temporada e representa uma excelente opção de apoio.

DC – Pepe (FC Porto) & José Fonte (Lille)

Pepe e Fonte continuam fortes nos seus 30s com os seus respetivos clubes e um irá desempenhar um papel vital ao lado de Dias ou Duarte no EURO.

DE – Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund) & Mário Rui (Nápoles)

Guerreiro e Rui completam um notável leque de opções em defesa. O último é um talento verdadeiramente maravilhoso, com a versátil estrela de Dortmund a assistir a oito golos na Bundesliga nesta época.

MC – Renato Sanches (Lille) & Rúben Neves (Wolves)

Renato Sanches reinventou-se com o Lille e está a ser novamente cortejado pela elite europeia. Neves tem sido consistentemente brilhante para os Wolves há já alguns anos e é difícil acreditar que ambos os jogadores ainda tenham apenas 23 anos de idade.

 

MC – Danilo Pereira (PSG) & William Carvalho (Real Betis)

Dois dos melhores destruidores de meio-campo que existem. Tanto Pereira como Carvalho são capazes de jogar também na defesa se necessário, o que é certamente um bónus adicional para Santos.

ED – Bernardo Silva (Man City) & Pedro Goncalves (Sporting CP)

Bernardo regressou ao seu melhor no City e Goncalves é o homem perfeito para preencher à direita, se necessário. O jogador de 22 anos marcou 14 golos em 16 jogos no campeonato português esta época e uma série de clubes de topo estão de olho nele.

MOC – Bruno Fernandes (Man United) & Sérgio Oliveira (FC Porto)

A menos que não vejas futebol ou vivas debaixo de uma rocha, deverás saber tudo sobre o génio de Fernandes na United desde a sua chegada em janeiro. Oliveira é um substituto mais do que à altura. O homem do Porto tem estado em boa forma nos últimos tempos, marcando oito golos e contribuindo com quatro assistências nas suas últimas 17 participações no campeonato.

EE – Cristiano Ronaldo (Juventus) & Diogo Jota (Liverpool)

Sim, as opções na ala esquerda são espectaculares. Se Ronaldo precisar de descanso, Santos pode enviar Jota para preencher o vazio. Quem mais tem este luxo? O avançado de todas as acções rapidamente se tornou um jogador de classe mundial no Liverpool antes da sua lesão, marcando nove golos em todas as competições.

PL – João Félix (Atlético de Madrid) & André Silva (Eintracht Frankfurt)

Após um lento começo sob a alçada de Diego Simeone, Félix desabrochou num avanço ridiculamente bom. O jovem é o homem perfeito para liderar a linha para Portugal no EURO e se precisar de ajuda, Santos pode recorrer a Silva, que já marcou 17 golos na Bundesliga nesta campanha.

Candidatos ou não?