A verdadeira razão pela qual os membros do Yakuza têm os mindinhos cortados

 

A vida de um membro da máfia não é exatamente conhecida por ser livre de violência e brutalidade – mas aqueles que vivem no seio dos Yakuza têm de passar por um ritual particularmente complicado..

Os Yakuza, o equivalente japonês da máfia, são fãs do que é conhecido como yubitsume, que se traduz em “encurtamento de dedos” (ou yubi o tobasu/’finger flying’).

O método envolve essencialmente cortar uma parte do dedo mindinho, servindo como método de castigo por um delito grave – tendo por vezes sido também considerado como um reembolso alternativo de uma dívida se alguém não puder pagar em dinheiro.

As origens deste método não são claras, mas pensa-se que datam do bakuto, que foram conhecidos gamblers no Japão dos séculos XVIII a XX. Juntamente com a tekiya, são vistos como os precursores do que é agora a Yakuza. Na altura, o yubitsume era utilizado como método de castigo para aqueles que não tinham dinheiro para pagar as dívidas de jogo.

Um artigo de 2014, publicado no Journal of Injury and Violence Research, debruçou-se sobre a “auto-amputação ritualista”, dizendo que a mesma ficou fortemente associada a membros da máfia japonesa.

 

Embora nem todos os que são submetidos ao yubitsume sejam membros de gangues, os autores explicam que um inquérito governamental realizado em 1993 revelou que 45% dos membros modernos da yakuza tinham cortado as articulações dos dedos, enquanto que 15% tinham realizado o ato pelo menos duas vezes.

“Esta prática de auto-mutilação é feita como sinal de desculpa por cometer um erro considerado punível por membros superiores ou por violar o código do Yakuza”, os autores explicam no resumo do artigo.

“Os membros do Yakuza podem apresentar-se aos departamentos de emergência de forma a procurar assistência médica para parar a hemorragia ou tratar a infeção no local do ferimento após a auto-mutilação ou para que a porção cortada do dedo ferido seja recolocada”.

No artigo, os autores explicam como um membro dos Yakuza é obrigado a amputar o seu dedo mindinho “sem qualquer ajuda de outro membro”, tornando por sua vez o ritual “mais difícil de executar”.

Por vezes – mas não sempre – um pequeno pedaço de pano é utilizado para embrulhar a porção cortada do dedo, antes de ser entregue ao chefe da família Yakuza.

Verdadeiras cenas de filme.