Anonymous dizem ter hackeado uma série de impressoras na Rússia para imprimirem mensagens anti-propaganda

 

Os Anonymous dizem ter hackeado inúmeras impressoras não seguras em toda a Rússia para imprimir mensagens “anti-propaganda” sobre a invasão á Ucrânia.

Um dos membros do grupo, @DepaixPorteur, disse ao International Business Times:

“Hackeámos impressoras em toda a Rússia e imprimimos este PDF a explicar que o Putin, o Kremlin e a imprensa russa estão a mentir e depois instruímos como instalar o Tor e contornar a sua censura para aceder a imprensa verdadeira”.

O membro também tweetou: “Estamos actualmente a lançar um ataque de impressoras a 156 impressoras [russas]. Já imprimimos mais de 40.000 cópias”.

 

Uma tradução do documento feito no Google Lens mostra algo como:

“Cidadãos da Rússia, actuem agora para deter o terrorismo[s]. Putin está a matar milhares e milhares na Ucrânia”.

O documento diz também que “o povo da Rússia deve encontrar horror nas acções de Putin”.

A declaração sugere que Putin iniciou a guerra por causa de “fronteiras e medo do Ocidente”, e não devido à Ucrânia.

O último parágrafo diz: “Um maço de papel e tinta é um preço barato para o sangue dos inocentes”.

O que dizer?