“Blackout Challenge” do TikTok leva à morte de uma menina de 10 anos em Itália

 

As autoridades em Itália iniciaram uma investigação depois de uma menina ter morrido acidentalmente a fazer um desafio do TikTok chamado “blackout challenge”, onde os participante tentam sufocar-se até desmaiarem durante alguns segundos. De acordo com o que foi reportado, a família encontrou a criança inconsciente na casa de banho com o seu telemóvel.

A menina de 10 anos foi levada de imediato para o Di Cristina hospital Palermo mas, infelizmente, foi tarde demais. Gaetana Lazzaro, chefe dos cuidados intensivos pediátricos, disse que o seu cérebro “sofreu demasiado tempo com falta de oxigénio…por isso depois de algumas horas de um coma irreversível chegámos à conclusão de que se tratava de morte cerebral.”

Numa entrevista, o pai da criança disse:

“Nós não sabíamos de nada. Não sabíamos que ela estava a participar neste jogo. Sabíamos que (a nossa filha) ia ao TikTok pelas danças, para ver os vídeos. Como é que eu podia imaginar esta atrocidade?”

 

Entretanto, um representante do TikTok disse que eles estão a colaborar com as autoridades para identificar o conteúdo que a rapariga tinha visto e no que é que tinha participado.

“A segurança da comunidade do TikTok é a nossa prioridade absoluta, por este motivo não permitimos conteúdo que encoraje, promova ou glorifique comportamento que possa ser perigoso,” acrescentou o porta-voz.

A menina era de Palermo, Sicília, no sul de Itália.

Em Dezembro do ano passado, a agência de proteção de dados de Itália também apresentou uma queixa contra a aplicação pela sua “falta de atenção à protecção de menores”, salientando que as crianças pequenas conseguem facilmente inscrever-se.

“As redes sociais não se podem tornar uma selva onde tudo é permitido”, salientou Licia Ronzulli, presidente da comissão parlamentar de protecção de menores.