Cãozinho nasce com um olho, duas línguas e sem nariz: a mãe pode ter ingerido algo tóxico

 

A dona de um cãozinho que nasceu com um olho, duas línguas e sem nariz, recebeu a triste notícia de que a mãe dele pode mesmo ter ingerido algo tóxico durante a gestação.

A hipótese foi levantada por um veterinário que dá consultas perto do local de residência de Amie de Martin, nas Filipinas.

A mulher tentou socorrer o bichinho, que mal conseguia mamar. No entanto, nada pôde ser feito, e o cão, chamado Ciclope, morreu passadas apenas algumas horas.

Amie, residente em Aklan, utilizou o seu perfil nas redes sociais para relatar o episódio. Ela contou que tentou dar uma fórmula para crias para fazer o cãozinho alimentar-se de alguma forma:

 

“O ciclope não podia beber leite dela. Tivemos que alimentá-lo com um conta-gotas e com leite em pó”, contou Amie.

Por não ter obtido qualquer resultado, Amie decidiu levá-lo a um veterinário depressa, que levantou a suspeita de ingestão de toxinas por parte da mãe dela.

De acordo com o que reportou o Metro, a cria pode ter nascido com uma doença rara chamada Cyclopia, possivelmente causada por uma anomalia genética ou presença de toxinas que afetam o desenvolvimento do cérebro.

RIP.