Casal com diferença de 29 anos diz que as suas famílias estão contra o seu relacionamento

 

Uma adolescente falou de como é namorar com homem quase 30 anos mais velho, tendo conhecido o seu namorado, que é treinador de ténis, enquanto praticava o desporto com filha dele.

Natalie Noble, 19 anos, conheceu Bobby Lindsey, 48, em 2015, quando se juntou à sua equipa de ténis, e eles permanecem juntos apesar da sua significativa diferença de idades.

Natalie disse que as coisas eram estritamente platónicas no início, mas tornaram-se românticas quando ela entrou para a universidade.

Ela disse: “O Bobby e eu conhecemo-nos pela primeira vez em 2015, quando ele se tornou meu treinador de ténis. Foi o meu primeiro ano a jogar ténis, e a filha dele também fazia parte da equipa”.

“Obviamente, no início não havia qualquer forma de relação romântica, éramos puramente um treinador e uma aprendiz de ténis”, frisou.

Natalie disse que ela e Bobby estavam ambos “em negação” sobre os seus verdadeiros sentimentos, dizendo: “Só dizíamos que éramos apenas amigos porque estávamos aterrorizados com a ideia de admitir os nossos sentimentos”.

A verdade é que eles começaram a passar mais tempo juntos, e acabaram por decidir começar a namorar oficialmente no ano passado.

 

Natalie admitiu que eles estavam “aterrorizados”, mas não conseguiam ficar longe um do outro: “Mantivemos isto em segredo durante algum tempo por termos tanto medo de como seríamos julgados. Penso que sempre tive uma espécie de atração por homens mais velhos. Sou super madura para a minha idade, por isso não consigo realmente ligar-me aos homens da minha idade”.

O casal, oriundo do Kentucky, nos Estados Unidos, tem agora o seu próprio canal no YouTube, onde publicam regularmente sobre a sua relação e partilham conselhos com outras pessoas na mesma situação.

Mas apesar de se sentirem orgulhosos do seu romance, as famílias de Natalie e Bobby não têm aceitado muito bem este relacionamento, com a mãe de Natalie a acusar Bobby de “ter levado a juventude da sua filha”.

Natalie disse: “Os meus pais tentaram fazer-nos passar por um inferno para nos separarem, mas isso só nos tornou mais próximos, pois só nos tínhamos um ao outro”.

Ela explicou que a sua mãe e o seu pai ainda não aceitaram a relação, mas agora ‘toleram-na’ porque sabem que a faz feliz.

“Fez-me não me importar tanto com o que as pessoas pensam e ensinou-me o que é amorpróprio”, disse Natalie. “Espero e rezo para que um dia eles estejam bem com a relação, mas nós ainda não chegámos lá”, concluiu.

O que dizer?