Clérigo iraniano diz que a vacina contra a COVID-19 torna as pessoas gays

 

Ayatollah Abbas Tabrizian, um clérigo xiita controverso no Irão, alertou as pessoas para não “se aproximarem” daqueles que receberam a vacina. Ele fez as alegações no Telegram, onde tem mais de 200.000 seguidores.

Tabrizian é conhecido pelo seu desdém pelos métodos de saúde ocidentais e, em vez disso, defende a sua própria prática de “medicina islâmica”. Em Janeiro de 2020, surgiu um vídeo onde pode ser visto a queimar um livro científico americano, dizendo que a medicina islâmica tornou esses livros “irrelevantes”.

O activista do LGBTQ Peter Tatchell criticou o clérigo pela sua declaração, dizendo que as palavras de Tabrizian se destinam a demonizar a comunidade gay e, ao mesmo tempo, a desencorajar as pessoas de serem vacinadas.

 

Os sentimentos de Tabrizian seguiram-se a um sentimento semelhante do rabino ultraortodoxo israelita Daniel Asor no mês passado, dizendo que as vacinas contra o coronavírus podem causar “tendências opostas”.

“Qualquer vacina feita com um substrato embrionário, e temos provas disso, causa tendências opostas”, disse ele.

“As vacinas são retiradas de um substrato embrionário, e também o fizeram neste caso, pelo que…pode causar tendências opostas”.

Tatchell disse que o clérigo “combina a ignorância científica com um apelo grosseiro à homofobia”.

A dissidente iraniana Sheina Vojoudi disse que Tabrizian “relaciona todas as insuficiências com a sexualidade”, tal como os outros clérigos do governo. Ela disse que as suas afirmações são “disparates” e contradizem o facto de os líderes do regime no país terem efectivamente obtido as suas vacinas Pfizer.

A homossexualidade é ilegal no Irão e punível com execução. Acreditava-se que milhares de gays tinham sido mortos pelo governo desde a Revolução Islâmica em 1979.

Em 2019, o Ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano Mohammad Javid Zarif disse que a sociedade iraniana “tem princípios morais”.

“E nós vivemos de acordo com estes princípios”. Estes são princípios morais relativos ao comportamento das pessoas em geral. E isso significa que a lei é respeitada e que a lei é obedecida”.

Fonte: DailyMail