Conhece a casa mais solitária do mundo: está há mais de 100 anos vazia

 

Hoje vamos falar daquela que é a casa mais solitária do mundo, não só porque está abandonada mas também porque se encontra situada numa ilha remota na Islândia e está há mais de 100 anos sem ser habitada.

A casa em questão situa-se em Elliðaey, uma ilha deserta no sul do país que historicamente sempre foi pouco povoada. Os poucos residentes abandonaram o local na década de 1930 para viver no continente.

Há muito tempo que surgem rumores sobre a origem desta solitária casa e sobre o seu proprietário. Um dos mais disparatados e interessantes rumores afirma que o edifício pertencia a um multimilionário desconhecido que planeava utilizá-la como bunker caso um apocalipse zombie ocorresse.

Dizem também que a cantora islandesa Bjork foi proprietária do refúgio e que estava em negociações com as entidades competentes para comprar a ilha.

 

Nenhuma destas teorias foi comprovada, sendo que a verdade é que se trata apenas de uma casa construída nos anos 50 pela Associação de Caça Elliðaey, que é utilizada pelos seus membros quando vão até à ilha deserta para caçar aves.

A verdade é que a ilha está catalogada como reserva natural e é área protegida. Ainda que se saiba muito pouco sobre a casa em questão, muitos dizem que não é uma residência cómoda, dado que nem eletricidade ou água tem.

Conseguias viver ali caso tivesses acesso a água, luz, gás e internet?