Descoberta de um “buraco negro” no Oceano Pacífico criou avalanche de teorias da conspiração

 

Alguns fóruns da Internet como o Reddit, o 4chan ou similares, são o local perfeito para as teorias da conspiração ganharem ímpeto, pois os pensamentos mais estranhos mas interessantes são por lá partilhados. Hoje, decidimos mostrar-vos um “buraco negro” que tem circulado na internet há dias que, claro está, gerou alguma controvérsia e uma série de teorias da conspiração.

Há alguns dias, um utilizador de Reddit partilhou que estava a navegar no Google quando encontrou uma ilha no meio do Oceano Pacífico, mas não era uma ilha comum. Tinha um centro negro, pelo que ele decidiu por bem colocar logo a imagem no Reddit para ver do que se tratava. A peculiar ilha não tinha nome, e quando se aproximou, o centro não mostrava nada, o que despertou a curiosidade dos cibernautas.

Apartir daí, todos começaram a fazer as suas melhores apostas no que toca a teorias da conspiração. Alguns argumentaram que poderiam ser bases militares, como as da notória Área 51, que são censuradas. Geralmente, os serviços de satélite do Google Maps censuram ou removem dos mapas áreas sensíveis para algumas pessoas ou governo, tais como bases militares, pátios prisionais ou casas que os seus proprietários não querem que apareçam publicamente. Assim, a ideia de que se tratava de uma base governamental era possível.

 

Outros, mais fantasiosos, afirmaram que era um portal para outro mundo ou mesmo para a ilha de Lost. Entretanto, só se podia especular porque o autor da publicação não especificou as coordenadas da ilha.

Contudo, um homem corajoso assumiu a tarefa de procurar em todo o Oceano Pacífico até tratar de descobrir onde se encontrava este pedaço de terra no mar.

Uma vez localizada, as opções reduziram-se, pois tornou-se claro de que ilha estavam a falar. O local marcado no mapa é a Ilha Vostok, parte da República de Kiribati, um arquipélago e nação insular no nordeste da Austrália, e no seu centro está uma das maiores reservas de árvores Pisonia do mundo.

É desabitada e é considerado um Santuário de Vida Selvagem para assegurar a proteção das aves marinhas que por ali descansam.

Resolvido.