Eis a bizarra resposta desta assassina em série quando lhe perguntaram o porquê de ela ter matado 7 homens

 

Conhece o bizarro momento em que a assassina em série Aileen Wuornos admitiu orgulhosamente ter matado 7 homens, antes de ter dado uma razão bizarra para o ter feito.

A trabalhadora sexual Wuornos alvejou e matou 7 homens entre 1989 e 1990, antes de ser detida no início de 1991.

No julgamento, Wuornos alegou que tinha agido em legítima defesa, dizendo que todos os homens que matou a tinham violado ou tentado violar.

No entanto, ela condenada por seis homicídios em primeiro grau e condenada com pena de morte. Ela nunca foi acusada da morte de Peter Abraham Siems, cujo corpo nunca foi encontrado.

Antes da sua morte, em 2002, Wuornos participou em dois documentários de Nick Broomfield, Aileen Wuornos: The Selling of a Serial Killer e Aileen: Life and Death of a Serial Killer e foi durante as filmagens destes que Broomfield lhe perguntou o que a levou a matar.

No vídeo perturbador, Broomfield diz: “Mataste 7 homens”.

Ao que Wuornos sorri, acena-lhe com a cabeça e responde: “Claro que sim”.

 

Broomfield continua: “Pergunto-te o que te levou a matar estes 7 homens”?

Wuornos diz: “E digo-te, [foi] porque os polícias me deixaram continuar a matá-los, Nick. Não percebes?”

Broomfield salienta então que nem todos andam por aí a matar pessoas, pelo que “deve ter havido algo” dentro da assassina em série que a levou a matar.

Neste momento, Wuronos parece perder as estribeiras, dizendo: “Oh, estás perdido, Nick”.

Desde então, Broomfield disse que não acreditava que Wuornos estivesse de mente sã quando ela foi morta.

Em conversa com The Independent no início deste ano, Broomfield disse: “Tornámo-nos estranhamente próximos”. O seu fim foi trágico”. E acrescentou: “Ela pensava que a sua mente estava a ser controlada por algum tipo de dispositivo de comunicação dentro da prisão. Ela era apenas totalmente paranoica. Pareceu-me, só a esse nível, completamente desumana”.

Surreal. Conheces o caso?