Eis como está Rebecca Black 10 anos depois de “Friday”, o vídeo mais odiado do Youtube

 

Por vezes a crítica, boa ou má, pode ajudar de outras formas, e um exemplo disto foi a música Friday, interpretada por Rebecca Black em 2011, que se tornou um fenómeno viral, mas porque foi considerada “a pior canção da história da pop”. No entanto, essa má reputação ajudou o seu vídeo no YouTube a obter milhões e milhões de visualizações.

Na altura, a cantora tinha 13 anos e em apenas uma semana, o seu vídeo teve 14 milhões de visualizações e durante uma semana tornou-se um tópico de tendências no Twitter, recebendo todo o tipo de comentários negativos pela sua letra simples e um vídeo muito infantil. Para além disso, a Rolling Stone apelidou o vídeo “extraordinariamente estúpido”.

Depois disto, a artista lançou outras faixas, mas não com o mesmo “sucesso”. De facto, em janeiro deste ano, ela promoveu a sua música Girlfriend e para celebrar o décimo aniversário de Friday, partilhou um remix no YouTube. Para além disso, aos 22 anos, partilhou uma mensagem na qual dizia que, se tivesse oportunidade, falaria com a sua versão mais nova, embora diga que não se arrepende de ter lançado a música.

Após as duras críticas que recebeu por Friday, ela comentou que sofria de depressão, sentiu a rejeição duramente e que isso a levou a ter distúrbios alimentares. No entanto, ela assegura ter ultrapassado essa fase porque um evento deste tipo não é o que define uma pessoa. Para além disso, ela considera que cada dia é uma oportunidade para ser melhor e é isso que está atualmente a fazer.

1.

 

2.

3.

4.

5.

Lembram-se dela?