Este carro está estacionado no mesmo lugar há 47 anos

 

Um carro que esteve estacionado no mesmo sítio em Itália durante 47 anos está a ser transformado num monumento.

Angelo Fregolent estacionou pela primeira vez o sua Lancia Fulvia de 1962 à porta do quiosque que geria com a sua esposa, Bertilla Modolo, na cidade de Conegliano, em 1974.

Em conversa com o Il Gazzettino, o homem de 94 anos disse: “Eu geri o quiosque debaixo de minha casa durante 40 anos juntamente com a minha mulher Bertilla, 10 anos mais nova do que eu”.

“Quando abri o negócio, fiquei feliz por ter o carro estacionado em frente dele porque tinha os jornais descarregados no porta-bagagens e depois levava-os para dentro mais facilmente”.

Mas quando o casal se reformou, decidiram deixar o carro no mesmo local e este acabou por se tornar uma atracão turística.

Os visitantes de Conegliano tiram agora selfies regularmente com o veículo abandonado, e este tornou-se um marco cada vez mais famoso à medida que as fotografias circulavam nas redes sociais.

 

No entanto, após quase cinco décadas estacionado no mesmo sítio, funcionários locais tiveram de deslocar o carro no dia 20 de outubro, levando-o para o Auto e Moto d’Epoca Motorshow em Pádua, onde o mesmo ficou em exposição ao lado de dezenas de outros carros clássicos.

Segundo a Italiaonline, Giovanni Berton – que trabalha no setor do comércio de veículos mecânicos e é o presidente do histórico clube automóvel Serenissima, em Conegliano, – disse: “A história do Fulvia tem percorrido o mundo e não podíamos ficar indiferentes.

“Assim, nasceu a ideia de o levar para o salão de exposições de automóveis, onde muitos poderão admirá-lo”.

O Lancia foi então levado para uma oficina na cidade nordeste de Vicenza, onde os danos naturais causados pelo desgaste ao longo dos últimos 47 anos estão a ser cuidadosamente restaurados. Uma vez concluídas as reparações, o carro será colocado perto de uma escola local ao lado da casa de Angelo e Bertilla – o que significa que eles poderão admirar o seu velho carrinho da janela enquanto os turistas se reúnem para tirar as fotografias devidas.

Muito curioso.