Estudo preocupante prevê que a sociedade vai colapsar nos próximos 20 anos

 

Em 1972, os cientistas do MIT publicaram um artigo que previa que o rápido crescimento industrial e a globalização poderiam levar ao colapso da civilização em meados do século XXI.

Na altura, talvez tal previsão fosse risível mas um estudo muito mais recente sugere que podemos não estar muito longe disso.

Gaya Herrington, responsável pela sustentabilidade e análise dinâmica do sistema na empresa de contabilidade KPMG, decidiu reavaliar as previsões do documento original – The Limits to growth; a report for the Club of Rome’s project on the predicament of mankind – ao aproveitar os dados recolhidos ao longo das últimas décadas.

Explicando porque assumiu a tarefa, ele disse: “Dada a perspetiva pouco atraente de colapso, estava curioso para ver quais os cenários que hoje se alinham mais de perto com os dados empíricos.

 

“Afinal, o livro que apresentava este modelo mundial foi um best-seller nos anos 70, e nesta altura já teríamos várias décadas de dados empíricos que fariam uma comparação significativa.

“Mas, para minha surpresa, não consegui encontrar tentativas recentes para isto. Por isso, decidi fazê-lo eu próprio”.

No entanto, as suas descobertas não são muito boas, com o iminente colapso da sociedade em vias de se instalar até 2040.

Em conversa com a Motherboard, ela disse que a sua previsão “não significa que a humanidade vai deixar de existir”, mas sim que “o crescimento económico e industrial vai parar, e depois diminuir, o que irá prejudicar a produção de alimentos e os padrões de vida”.

O que dizer?