Estudo revela que dizer palavrões é bom para a saúde mental

 

De acordo com um estudo, desabafar algumas palavras más é benéfico para a saúde mental.

Dos entrevistados, mais de um quarto (28%) das pessoas disseram que dizer palavrões as ajudou a manterem-se motivadas durante a segunda quarentena no Reino Unido, enquanto 41% dizem que às vezes dizem asneiras para si mesmos para aumentar o seu entusiasmo.

O estudo também descobriu que 35% dos utilizadores da aplicação dizem asneiras para reduzir o stress e27% dizem que o fazem para se sentirem melhor depois de um um dia mau.

De acordo com a investigação, conduzida pela aplicação de saúde Clementine, os palavrões preferidos do Reino Unido são f*da-se (a chegar a 69%) e m*rda (62%).

No entanto, metade daqueles que foram questionados disseram que evitam usar a palavra c*brão, e que aqueles que usam são homens.

 

Uma especialista em linguagem, Dra. Emma Byrne, disse que as profanidades podem servir como analgésicos, humor e até mesmo como uma ferramenta de aproximação social.

A especialista disse:

“Dizer asneiras envolve os dois lados do cérebro, o centro da linguagem no lado esquerdo do cérebro e o centro emocional no lado direito do cérebro, e o impacto positivo disto é muito abrangente.”

“A investigação também mostra que as mulheres são tão parciais aos palavrões quanto os homens – o que significa que todos nós podemos beneficiar. Não me surpreende que mais pessoas se estejam a virar para a má língua em 2020. As asneiras são um murro emocional que as outras partes da linguagem simplesmente não conseguem igualar.”

O estudo revelou também que as preferências entre asneiras diferem entre regiões.