Família de 9 pessoas morre depois de comer massa estragada

 

Um família de de nove morreu depois de comer um prato de noodles caseiros feitos com farinha de milho fermentada que estava congelada há 1 ano.

A família na cidade de Jixi, província de Heilongjiang no nordeste da China, tinha comido uma iguaria local conhecida como Suantangzi – um tipo de sopa de noodles espessa – durante uma reunião familiar de 12 pessoas dia 5 de Outubro.

Três dos membros mais novos recusaram-se a comer este prato porque tinha um sabor estranho, segundo o governo local.

No entanto, o 9 que comeram os noodles ficaram doentes horas depois, com 8 mortos confirmadas no dia 11 de Outubro.

Li, de 47 anos, recebeu tratamentos no hospital mas acabou por morrer dia 12, segundo o seu filho.

As autoridades locais dizem que os noodles ficaram estragados depois de terem estado congelados durante tanto tempo, envenenando a família com ácido bongcréquico – uma toxina respiratória produzida pela bactéria que estava presente na refeição.

Foi encontrada uma concentração elevada de ácido bongcréquico na comida, depois de ter estado congelada 12 meses.

A Comissão de Saúde da província de Heilongjiang disse que o ácido também foi encontrado no fluido gástrico dos adultos.

 

Gao Fei, diretor da segurança alimentar no Centre for Disease Control and Prevention de Heilongjiang, diz que os resultados são muitas vezes fatais.

“Pode danificar gravemente os órgãos humanos, incluindo o fígado, os rins, o coração e o cérebro”, disse Gao ao China News Service.

“Atualmente, não há nenhum antidoto específico. Uma vez intoxicado, a taxa de mortalidade pode ser entre 40% a 100%.”

Na China e na Indonésia, o ácido bongcréquico tem sido a origem de muitos surtos de doenças causadas por comida que envolva coco e produtos à base de milho.

Mesmo cozinhando a comida meticulosamente, o ácido não é removido, e o Global Times reportou que não existe nenhum medicamento para tratar casos de graves de intoxicação.

A reportagem diz também para que para evitar uma intoxicação, as pessoas não devem usar milho húmido ou com bolor para cozinhar e devem evitar comer ou preparar refeições com grãos fermentados.

Os sintomas de uma intoxicação com ácido bongcréquico tipicamente começam poucas horas depois de se ingerir comida contaminada. Incluem dores de barriga, transpiração, fraqueza e, eventualmente, coma. A morte pode ocorrer num período tão curto quanto 24 horas.