Gerente de lar desvia vacinas para imunizar a própria família

Não é só no Brasil que começam a aparecer denúncias de pessoas a “furar a fila” de vacinação contra a COVID-19.

 

Na Suécia, o proprietário de um lar na cidade de Eskilstuna resolveu vacinar a própria família com as doses que deveriam ser administradas aos funcionários do lar, depois de ter sido administrada a vacinação dos idosos que residem no local.

O número de pessoas que furaram a fila não foi revelado.

Um dos funcionários, cuja identidade não foi desvendada, disse à SVT: “Estamos muito irritados. Os primeiros (imunizados) devem ser os funcionários. Fiquei chateado porque podia ter sido chamado e recebido a vacina”.

Viktor Hård, chefe do Departamento de Cuidados a Idosos de Eskilstuna, confirmou o lamentável episódio. O gerente, que não foi identificado, recusou-se a falar com a SVT.

O que dizer?