Homem aluga-se para não fazer nada e angaria milhares de clientes

 

Dizem muitas vezes coisas como “faz aquilo que és melhor a fazer”… mas o que é que se faz quando aquilo em que se é melhor é… não fazer nada?

Shoji Morimoto sempre foi o tipo de homem descontraído e desinteressado que a sua família, amigos da escola e colegas chamavam de preguiçoso por “não fazer nada”.

E após uma série de trabalhos que teve depois de terminar a faculdade, Shoji, de 38 anos de idade, decidiu seguir a sua paixão em 2018.

Ele criou uma conta no Twitter sob o nome “Nothing Rent-a-Man” (レンタルなんもしない人) e ofereceu a sua companhia a qualquer pessoa que pudesse estar interessada.

Shoji não ofereceu “ajuda” com coisas, pelo menos no sentido típico. Não. Shoji apenas se apresentou para estar presente para quem precisasse dele (por um preço, claro).

“Empresto-me a não fazer nada, o que significa que não faço nenhum esforço especial”, disse ele à CBS News. “Eu não inicio conversas. Eu respondo a conversa, mas é só isso”.

 

O Independent relata que Shoji completou mais de 3.000 serviços na sua nova carreira, com um máximo de três serviços por dia.

Alguns clientes mal-entendidos pediram-lhe para limpar as suas casas, lavar as suas roupas ou até pousar nu. Um até pediu a Shoji para “ser simplesmente amigo”.

Mas o Shoji é um “Nothing Rent-a-Man”. E como tal, não tem de fazer nada, por isso recusou todos esses pedidos, uma vez que eles ultrapassaram os limites da sua perícia e do que ele sabia.

“As pessoas usam-me de formas diferentes. Algumas pessoas são solitárias”, disse ele. “Algumas sentem que é uma pena ir a algum lugar (interessante) sozinho – querem alguém com quem partilhar as suas impressões”.

“Não sou um amigo nem um conhecido”, disse ele. “Estou livre das coisas incómodas que acompanham as relações, mas podem aliviar o sentimento de solidão das pessoas”.

Entre alguns dos seus trabalhos, ele tem acompanhado pessoas até aos restaurantes quando estas têm medo de parecer sem amigos e uma vez partilhou um bolo de aniversário com um indivíduo solitário no seu aniversário.

O que dizer deste modelo de negócio?