Homem com 3 meses de vida conhece os seus pais biológicos depois de ter sido trocado à nascença

 

Um homem em estado terminal teve finalmente a oportunidade de conhecer os seus pais biológicos pela primeira vez. Aparentemente, Yao Ce foi trocado por engano quando nasceu em Kaifeng, China, há 28 anos atrás.

A verdade acabou por se revelar depois de Yao ter sido diagnosticado com cancro do fígado em fase avançada. Os médicos disseram-lhe que ele só tinha três meses de vida e que precisava de um dador de fígado. Para surpresa de todos, a sua “mãe” – que se voluntariou para ser dadora – não era compatível. Depois disto, o homem que o criou fez um teste de paternidade que confirmou que ele não era o pai de Yao.

Gui Wie e Yao Ce, ambos com 28 anos, foram trocado à nascença por engano no hospital.

As duas famílias juntaram-se para celebrar os seus aniversários e escusado será dizer que foi uma reunião emocional.

 

A mulher que criou Yao e que julgava ser sua mãe disse:

“Nós dedicamos muito à educação do Yao, e ele tornou-se um jovem com sucesso.”

A sua mãe biológica disse:

“Só esperamos que ele consiga melhorar”.

Quanto a Yao, ele partilhou:

“Quando penso na atitude dos meus pais para comigo ao longo do último mês, não consigo pensar numa única coisa que tenha mudado”.

A família acabou por processar o hospital pela troca e recebeu desde então um total de 7809 euros pela angústia emocional.

Como o tribunal salientou:

“O erro de trabalho trouxe décadas de separação a Yao e aos seus pais biológicos, pelo que o hospital deveria pagar-lhes uma compensação mental”.