Homem contornou os protocolos de segurança e foi vacinado 5 vezes contra a COVID-19

 

Tal como a seleção brasileira é pentacampeã do mundo, este homem é também um homem pentainmunizado, depois de ter recebido 5 doses de vacina COVID-19 em apenas dez semanas. As autoridades apanharam-no à beira de levar a sexta dose e ele terá agora de explicar as razões por detrás das suas ações, bem como os métodos que utilizou para para contornar a segurança.

No período de 12 de maio a 12 de junho, o homem oriundo do Rio de Janeiro foi vacinado com 2 doses de Pfizer, 2 de CoronaVac e 1 de AstraZeneca.

As investigações iniciais suspeitam que o homem tenha visitado três postos de vacinação diferentes, tirando partido do facto do sistema eletrónico de registo da vacinação ter estado em baixo. O Ministério da Saúde intercetou-o a 16 de agosto quando ele estava prestes a receber uma 6ª. dose e está agora a avaliar as medidas a tomar contra este homem pentavacinado.

No Brasil, o Ministério da Saúde implementou um registo digital de vacinação através de uma aplicação e de um código QR que armazena o estado de vacinação do utilizador e simplificou o processo global de imunização. No entanto, é este sistema que não teria permitido inicialmente que o homem fosse vacinado várias vezes.

 

Agora, estão a decorrer investigações para procurar mais pessoas que tenham feito o mesmo que este homem. Embora 58% da população total esteja agora vacinada com a primeira dose e 28% com a segunda, a situação é ainda preocupante, e estas injeções mal utilizadas em pessoas que já foram vacinadas significam na realidade mais infeções e, possivelmente, mortes.

O que dizer?