Homem é despedido da Mercedes e destrói 50 carros como forma de vingança

 

No dia 21 de dezembro de 2020, um homem que trabalhava numa fábrica da Mercedes-Benz em Vitoria, Espanha, foi despedido. Sem dúvida que foi uma maneira péssima de começar o ano novo.

A verdade é que a raiva por ter sido despedido levou o homem a dar que falar nas notícias, depois de ter regressado ao seu antigo local de trabalho para destruir 40 carros Mercedes V-Class totalmente novos, causando danos avaliados em 2.5 milhões de dólares.

No mesmo dia em que foi despedido, ele roubou uma escavadora, com a qual entrou pela fábrica durante a noite para destruir todos os veículos que via à sua frente como forma de “vingança”.

Agora, terá de responder judicialmente por tudo aquilo que fez, o que estará longe de ser simples, dado o valor de cada um destes automóveis.

 

Através das redes sociais, várias pessoas acusaram a Mercedes de uma conduta imprópria para com muitos dos seus empregados. Não sabemos se foi isto que deixou este homem neste estado mas sabemos que é improvável que a empresa deixe algo destas dimensões passar.

De acordo com o que circulou no Twitter, a empresa reorganizou os horários laborais e apercebeu-se de que não necessitava de 10 a 15% do pessoal que operava.

Para além de indemnizações, vamos ver o que mais poderá acontecer a este homem.

Que situação.