Homem fala depois de ter contraído VIH depois de um caso de uma noite

 

Jay Hawkridge vivia numa pequena cidade e saiu do armário quando tinha 15 anos de idade. Nos seus vinte e poucos anos, passou o seu tempo em relações estáveis, mas quando voltou a estar solteiro, decidiu entrar nas aplicações de dating e tentar algo mais casual.

Dois dias depois de ter começado a conversar com um rapaz, foi a Manchester para se encontrar com ele e, no espaço de meia hora, eles envolveram-se sexualmente.

Mas nos dias seguintes, o corpo de Jay começou a dar sinais e ele ficou gravemente doente.

Jay disse à UNILAD: “Só no sábado à noite é que comecei a sentir-me um pouco indisposto. Penso que demorou cerca de um dia e meio até que um dos meus amigos apareceu e disse que eu estava realmente com mau aspecto.”.

Eles foram para as urgências pouco tempo depois.

Jay explicou: “Como os anticorpos contra o VIH podem demorar até três meses a aparecer, os testes sanguíneos que fizeram deram negativo para o VIH, por isso os médicos perplexos”.

Embora tenha sido enviado para casa com medicamentos, ele continuou a piorar.

Um dos seus amigos sugeriu que poderia ser VIH, mas Jay disse que não o levava a sério. Mas ao decidir fazer o teste de novo, logo recebeu uma chamada a dizer que tinha dado positivo no teste da clamídia.

 

Ele estava prestes a terminar a chamada depois de dizer que iria ser tratado, quando o trabalhador do centro de testes o deixou imobilizado ao largar a bomba, informando-o que ele tinha VIH.

Ele tentou entrar em contacto com o homem com quem tinha dormido, que o ignorou durante três meses, deixando Jay sem saber se ele tinha sido contaminado intencionalmente.

Como resultado de esconder o seu diagnóstico dos seus amigos e da sua família, a sua saúde mental disparou e ele contou à sua mãe.

Mas em vez de deixar o seu problema apoderar-se dele, Jay decidiu falar sobre o seu caso para consciencializar as pessoas. Apesar de inicialmente carregar muita raiva para com o homem de quem apanhou o HIV, Jay decidiu seguir em frente, aceitando que nunca saberá a verdade.

O que dizer?