Homem luta pela sua vida depois de um parasita ter subido pelo seu mangalho e ter deixado ovos no seu corpo

 

Um homem britânico quase morreu depois de um parasita ter subido para o seu mangalho e ter posto ovos nos seus órgãos vitais durante umas “férias de sonho” em África.

James Michael, de Kensington, Londres, disse ter ficado “debilitado” e incapaz de dormir devido à dor dos insetos que atacavam o seu corpo.

O jovem de 32 anos estava numa viagem “de uma vida” com amigos no sudeste africano, tendo viajado da Zâmbia para o Zimbabué.

Eventualmente, eles fizeram uma escala de cinco dias no Malawi, onde nadaram no Lago Malawi, antes de voltarem a voar para o Reino Unido.

Mas sem que James soubesse, um parasita chamado schistosomes tinha rastejado dentro do seu mangalho e colocado ovos nos seus órgãos vitais.

“Quando olho para as fotografias do meu tempo em África, é estranho pensar que foi aí que o parasita rastejou até ao meu mangalho”, disse James ao The Sun.

Mais de um ano após a sua viagem em Agosto de 2017, James notou uma perda de sensibilidade nas suas pernas e lutou muito para conseguir voltar a completar tarefas simples como subir as escadas.

 

Os neurologistas disseram-lhe que o seu sistema imunitário estava a atacar a sua coluna vertebral e ele foi submetido a tratamentos com esteróides durante seis meses, embora os médicos ainda não soubessem o que tinha realmente causado isto.

Os médicos do Hospital das Doenças Tropicais acabaram por dizer a James que ele tinha contraído esquistossomose – também conhecida como bilharzia – um verme parasita que tinha rastejado pelo seu mangalho e posto ovos no seu corpo.

James foi medicado com um medicamento chamado praziquantel, responsável por matar os vermes:

“Isso [o medicamento] matou a infeção, mas eu fiquei bastante debilitado. Disseram-me que havia uma hipótese de 30% de eu recuperar totalmente – e só daqui a 10 anos”, acrescentou ele.

“Foi uma sensação horrível. Senti-me completamente desamparado, e as probabilidades não eram boas. Não podia desejar aquilo por que passei a ninguém”, concluiu.

James passou três meses no hospital a utilizar uma cadeira de rodas e também teve de usar um cateter, pois não conseguia ir à casa de banho de forma independente.

Mais do que isso, ele também teve um surto de acne extremo nas costas e nos braços causada pelos esteróides, bem como diarreia.

Esperemos que melhore.