Homem que gastou 30 milhões de euros no casino em 5 dias vai processar o estabelecimento

Um homem de negócios vai processar um casino em Londres onde apostou 30 milhões de euros em apenas 5 dias.

 

Juste Puharic, da Croácia, apostou esta quantia esmagadora no Park Lane Club em Mayfair, Londres, e acabou por ganhar 1.7 milhões de euros.

Ainda assim, Puharic vai processar o casino porque diz que só gastou essa quantia de dinheiro sob a condição de que o casino lhe pagaria 90% de comissão sobre as suas apostas.

Puharic diz então que, segundo o contrato, tem direito a 270.000 euros em comissão dos 30 milhões que apostou, para além dos 1.7 milhões que ganhou.

A Silverbond Enterprises Ltd – que é proprietária do estabelecimento – nega que deve dinheiro a Puharic da sua maratona de jogos, que decorreu entre 26 e 30 de Maio de 2005.

Ao falar com o High Court de Londres em nome de Puharic, Christopher Bamford disse que o seu cliente é um cliente regular do casino desde 2002 e foi identificado pelo Park Lane Club como um jogador valioso “que desejavam atrair para apostar no casino.”

Para o persuadir, Puharic diz que que lhe ofereceram 90% de comissão sobre as suas apostas, correspondendo a uma oferta de ganho ou perda de dinheiro que recebia noutros casinos.

Ele diz que a oferta foi feita depois de ter sido abordado na rua e convidado a discutir a proposta durante um jantar.

No entanto, Guy Olliff-Cooper, ao falar pelo Park Lane Club, negou que Puharic tenha sido procurado ou que lhe tenha sido feita uma oferta formal, alegando que o membro do staff que o abordou na rua “não estava particularmente interessado” em atraí-lo como jogador, mas estava “simplesmente a tentar ser educado”.

Acrescentou ainda que o único incentivo oferecido aos jogadores de roleta no Park Lane Club era a hospitalidade e a comissão que podia ser usada como um “desconto nas perdas”, mas não reclamada por um jogador que saísse por cima.

O Juiz Gavin Mansfield QC tomará uma decisão sobre o caso numa data futura.