Homem quebrou a quarentena durante 8 segundos e foi multado em 2800€

Toda a gente está adaptada ou em vias de se adaptar às novas normas de higiene existentes para prevenir os contágios de coronavírus e os governos de muitos países estão a tomar medidas muito estritas relativamente a isso.

 

Recentemente, um homem no Taiwan aprendeu a pior forma que deve acatar as restrições que foram impostas…

A resposta das autoridades do Taiwan frente à pandemia foi precisa e oportuna. Desde que se identificou o coronavírus, há pouco mais de um ano, foram tomadas todas as medidas necessárias no país, inclusive o cancelamento da chegada de voos provenientes da cidade de Wuhan e campanhas tanto de prevenção como de atenção para a cidadania.

Outra das medidas que tomaram foi criar hotéis de quarentena para as pessoas que testaram positivo para a COVID-19. Na cidade de Kaohsiung, existem 56 hotéis com cerca de 3,000 quartos onde ficam contagiados e as medidas são estritas, porém, necessárias.

Apesar de todas as advertências e restrições, um homem com coronavírus, cuja identidade permanece anónimo, saiu do seu quarto de hotel. Ao entrar no hotel, disseram-lhe que ele não podia abandonar o seu quarto por nada mas ele pareceu ter ignorado.

O staff do hotel viu-o a sair do seu quarto através do sistema de videovigilância e deram rapidamente o aviso às autoridades sanitárias, que levaram o homem de volta ao seu quarto. Apesar de ter estado fora do seu quarto por apenas 8 segundos (!), foi o suficiente para ser multado em 3,500 dólares.

Estes oito segundos saíram-lhe muito caro…

O que dizer?