Homem tem 16 mulheres e 151 filhos: ele faz s*xo quatro vezes por noite para continuar a fazer crescer a sua família

 

Um pai oriundo do Zimbabwe que tem 16 mulheres e 151 filhos revelou que segue um horário s*xual rigoroso – quatro vezes por noite – para ajudar a manter a sua família a crescer.

Misheck Nyandoro, de 66 anos de idade, não trabalha e afirma que o seu trabalho a tempo inteiro é “satisfazer as suas mulheres”, que cozinham, limpam, e atendem a todos os seus desejos.

O pai-de-151 não tem planos para abrandar, no entanto. Ele vai casar com a sua 17ª. noiva no inverno e espera ter 100 mulheres e 1000 filhos antes de morrer.

Ele queixou-se de que tem de continuar a casar com mulheres mais jovens porque as noivas mais velhas não conseguem acompanhar o seu insaciável desejo s*xual. Mais do que isso, ele afirma levar uma vida de luxo e diz que é inundado de presentes e dinheiro pelos seus muitos descendentes.

Nyandoro, oriundo do distrito de Mbire, província de Mashonaland Central, concebeu um horário que lhe permite “satisfazer” pelo menos quatro das suas esposas por noite.

Ele falou com o The Herald: “Vou para os quartos que tenho na minha agenda. Depois, satisfaço a minha mulher e mudo-me para o quarto seguinte. Este é o meu trabalho. Não tenho outro emprego”.

O homem crescentou: “Altero o meu comportamento no quarto para se adaptar à idade de cada uma das minhas esposas. Não ajo da mesma forma com as jovens e com as mais velhas”.

O “jovem” de 66 anos tornou-se polígamo em 1983 e disse que não tenciona parar o “projecto [de reproduzir]” até à sua morte. Disse ainda que todas as suas noivas estão extremamente felizes com as suas vidas e pelo menos duas estão grávidas.

 

Financeiramente, Nyandoro afirma que não está a sentir o fardo de ter mais de 150 filhos e explica que beneficiou efectivamente da sua família gigante.

Ele disse: “Os meus filhos mimam-me. Estou constantemente a receber presentes e dinheiro deles e dos meus enteados”.

A família depende principalmente da agricultura e recentemente foram-lhe atribuídos 93 hectares de terra perto das montanhas de Mvurwi.

Agora, pelo menos 50 dos seus descendentes estão na escola em Mbire, Harare, Mutare e Guruve. 6 trabalham para o Exército Nacional do Zimbabué, 2 para a polícia, outros 11 estão empregados em diferentes profissões, e 13 das suas filhas já casaram.

Ele casou-se pela última vez em 2015 e depois fez uma breve pausa devido à má situação económica no Zimbabwe, mas planeou um regresso aos casamentos em 2021.

Nyandoro iniciou este grande projecto após a Guerra Civil da Rodésia, no qual lutou pela independência do seu pa´s, porque queria ajudar a reconstituir a população.

Fonte: DailyMail