Homens com os maiores MALAQUIAS do mundo partilham os maiores problemas que enfrentam

 

No início deste mês, um estudo revelou que os tipos com narizes grandes tendem a ter “malaquias” mais longos, e embora muitos tipos de narizes grandes possam ter celebrado a notícia, os homens que têm efectivamente “malaquias” gigantes dizem que não é algo assim tão bom quanto parece.

Um desses homens é Jonah Falcon, que tem um “malaquias” de 34 centímetros e diz que isso o impediu de arranjar um emprego. O ator baseado em Nova Iorque diz que os directores de elenco vão pesquisar no Google o seu nome, descobrem o porquê de ele ser famoso e decidem rapidamente em não lhe oferecer o papel.

Ele disse ao Sun: “Está a prejudicar a minha carreira enquanto ator porque as pessoas não me contratam. Eles pesquisam no Google ‘Jonah Falcon’ e depois dizem: ‘Não podemos contratá-lo, ele é conhecido pelo tamanho do seu “malaquias”‘”.

“Definitivamente que prejudicou a minha carreira – tenho dois amigos directores de casting que me disseram isso”, disse.

Ele também ficou muito envergonhado noutra ocasião quando foi procurado por possíveis explosivos enquanto viajava por um aeroporto nos Estados Unidos.

Os funcionários do aeroporto de São Francisco temiam que Jonas pudesse ter uma arma consigo depois de terem visto a sua protuberância facilmente perceptível nas calças….

 

Jonas diz que fica tonto quando o “malaquias” arrebita, mas apesar disso diz que “não mudaria nada”.

Mas não é apenas Jonas que diz que o seu “malaquias” se mete no caminho do trabalho. Roberto Esquivel Cabrera, que é o dono de um malaquias de 48 centímetros, afirma que o seu membro também lhe tem causado problemas.

Roberto, que vive no México, diz que teve de se registar como deficiente e que agora depende da comida que lhe dão no banco alimentar.

Ele explicou numa entrevista: “Não posso usar uma farda como toda a gente nas empresas e também não posso ajoelhar-me”.

“Não posso correr depressa e por isso as empresas pensam mal de mim. Dizem que me vão chamar, mas nunca o fazem”.

Ele também disse que o seu “malaquias” o impede de fazer “o amor”, acrescentando: “Nunca consigo dar uma a ninguém porque é demasiado espesso e grande”.

E se isso não é demasiada informação para ti, o pobre Roberto também tem de lidar com numerosos problemas de saúde, incluindo infecções do tracto urinário e irritação.

De facto, a fricção torna-se tão má que ele tem de embrulhar o seu “malaquias” em ligaduras para tratar das feridas…

Afinal ser assim tão avantajado não é assim tão bom.