Hospital amputa perna errada a um idoso numa operação

– Um hospital na Áustria desencadeou controvérsia após amputar a perna errada de um doente.

 

– De acordo com relatos, o infeliz erro ocorreu depois da perna esquerda do idoso ter sido marcada por engano.

– A Clínica Freistadt emitiu um pedido de desculpas sobre o incidente e assegurou que as investigações estão em curso.

– Desde então, o homem e a sua família têm recebido apoio psicológica após o “erro trágico”.

Um “erro trágico” num hospital austríaco levou recentemente a que um homem idoso tivesse a perna amputada erradamente. De acordo com relatórios, o paciente de 82 anos de idade foi agendado para que lhe fosse retirada a perna esquerda.

Infelizmente, a outra perna foi incorretamente marcada antes da operação e foi amputada acima do joelho. O erro foi eventualmente descoberto após a mudança do penso de quinta-feira e desde então o hospital emitiu um pedido de desculpas público.

Numa declaração oficial, a Clínica Freistadt afirmou:

“Foi quinta-feira de manhã, durante a mudança do penso, que o trágico erro, causado por erro humano, foi descoberto.”

“Devido a uma cadeia de circunstâncias infelizes, o erro aconteceu”, acrescentou a Clínica. “Asseguramos que estamos a fazer o nosso melhor para esclarecer o caso e para rever e questionar todos os procedimentos internos.”

Aparentemente, o idoso tem vindo a sofrer de “inúmeras condições médicas” que afetam as suas pernas e a sua perna direita ainda tem de ser retirada acima do joelho como devia ter sido na operação original. Os seus familiares já foram informados e receberam apoio psicológico na sequência do incidente.

Entretanto, o hospital descreveu o acidente como “uma combinação desastrosa de circunstâncias” e assegurou que “investigarão todos os processos internos e os analisarão criticamente”.

“Quaisquer medidas necessárias serão imediatamente tomadas”, mencionaram também.

Norbert Fritsch, o diretor médico da clínica, disse durante uma conferência de imprensa:

“Temos de descobrir como este fracasso, este erro, aconteceu. Gostaria de pedir desculpa publicamente.”