Maior turbina eólica do mundo consegue dar energia a uma casa durante 2 dias com apenas uma volta

 

A empresa americana General Electric criou uma turbina elétrica tão poderosa que consegue dar energia a uma casa durante dois dias inteiros com apenas uma volta das suas hastes.

Isto são excelentes noticias porque precisamos cada vez mais de criar tantas fontes de energia renovável quanto possível antes que as calotas de gelo derretam e acabemos numa situação de ainda maior risco do que aquela em que já estamos.

Estes incríveis geradores eólicos fazem parte de um projecto chamado Vineyard Wind, que será instalado ao longo da costa de Massachusetts, no lado este dos EUA.

O projeto irá utilizar várias destas turbinas eólicas, conhecidas como GE Haliade X.

A GE Haliade X é um conjunto verdadeiramente impressionante. Consegue gerar uma capacidade de 13 megawatts (MW), que faz dela a turbina mais poderosa do mundo.

Ao falar num comunicado de imprensa no ano passado, o CEO da Vineyard Wind, Lars T. Pedersen, explicou o quão importante é este desenvolvimento.

 

Disse: “A selecção da GE como nosso fornecedor preferencial de turbinas significa que uma empresa americana histórica desempenhará um papel vital no desenvolvimento da primeira energia eólica offshore à escala comercial nos EUA.”

“Este é um momento muito importante não só para o futuro do nosso projeto mas também para o futuro da indústria que está preparada para um crescimento exponencial nas próximas décadas.”

Embora estes tipos de grandes centrais eólicas off-shore sejam comuns no Reino Unido e na Europa, estas máquinas serão muito maiores e mais potentes nos EUA.

Como já foi dito, a GE Haliade X consegue dar energia a uma casa durante dois dias inteiros com apenas uma volta das suas hastes.

Isto atinge um total de cerca de 312 MWh por dia.

John Rogers da Union of Concerned Scientists, diz que cada turbina consegue alimentar uma casa a cada 7 segundos, significando isto que irão provavelmente montar muitas destas turbinas ao longo dos Estados Unidos para ajudar a produzir tanta energia renovável quanto possível num dos maiores e mais populosos países do mundo.