MEDO COVID-19: Aluno de 9 anos espirra duas vezes na sala de aula e é mandado para casa

 

Um aluno de 9 anos foi mandado para casa depois de ter espirrado duas vezes dentro de uma sala de aula em Arlington, Massachusetts (Estados Unidos) devido ao medo de que ele pudesse estar a propagar o coronavírus.

Lancinet Keita teve que ficar à espera que o pai o fosse buscar fora do horário laboral e a direção da escola determinou que o menino só poderá voltar após apresentar resultado negativo para COVID-19.

 

“Eu espirrei duas vezes, e a professora mandou-me até à enfermaria”, disse Lancinet à WBZ-TV. “Eu pensei: mas eu não tenho nada, só espirrei duas vezes”, acrescentou.

Thierno Keita, o pai, afirmou ter ficado revoltado com a decisão “exagerada” da escola.

“Ele não tem qualquer sintoma, está perfeitamente bem. Não tem febre, eu verifiquei a temperatura”, reclamou o pai, exibindo o termómetro à emissora.

A direção da escola publicou uma nota, entretanto, a classificar os espirros como “sintoma de COVID-19” e dizem ter simplesmente seguido o protocolo local para a doença.

Para que o aluno não perca muitas aulas, a família aceitou submeter Lancinet ao teste.