Mulher candidatou-se a mais de 3,000 empregos e não conseguiu nenhum

 

Uma mulher que diz que já foi rejeitada depois de ter concorrido a mais de 3,000 vagas de emprego diz que o problema tem que ver com o facto de ser surda, afirmando que muitos empregadores parecem interessados até constatarem que ela é surda.

Kellie Wilson tem 33 anos de idade e ao longo dos últimos dois anos e meio tem tentado realmente encontrar um emprego, tendo-se candidatado a vagas como empregada de limpeza, ajudante de cozinha ou caixa de supermercado – no fundo, todos os trabalhos que não envolvam falar ao telemóvel.

A verdade é que até hoje, ela não teve sucesso em conseguir um emprego, o que deixou a sua confiança muito abalada…

 

Oriunda de Middleton Tyas, em North Yorkshire, Wilson já tinha trabalhado, ainda que de forma temporária, na Student Loans Company e diz que a sua condição nunca foi um problema e que por lá, os seus colegas conseguiram fazer as adaptações necessárias.

Agora, ela teme que esteja a ser rejeitada por potenciais empregadores porque é surda, afirmando que algumas empresas mostraram interesse mas pararam de responder depois de ela lhes ter dito que não consegue realizar a entrevista por telefone.

Ela disse ao ITV News: “Já mandei o meu CV a várias empresas que responderam com interesse e já a querer marcar entrevistas por telefone. Eu não posso utilizar o telefone porque não me permite recorrer a linguagem gestual e tento oferecer outras vias – email, Messenger, Skype – enfim, tudo o que não seja o telemóvel. E subitamente, deixam de me responder”.

Esperemos que a sua situação melhore.