Mulher colocou câmaras de vigilância no quarto e apanhou a amiga a roubar os seus vibradores

 

Duas mulheres instalaram câmaras escondidas nos seus quartos depois de descobrirem que a sua companheira de casa tinha andado a vasculhar as suas coisas – e até “confessou ter roubado ambos os seus brinquedos s*xuais”.

Jordan Jasien disse que ficou chocada depois de ver a sua companheira Mary (não o seu nome verdadeiro) a vasculhar os quartos dela e da companheira Katie “várias vezes” numa semana.

A jovem de 26 anos disse que montou a câmara depois do seu brinquedo s*xual ter desaparecido e que mais tarde a viu debaixo da almofada da Mary – Jordan diz que outros artigos também foram tirados do seu quarto.

Jordan, de Dallas, Texas, EUA, disse: “A Maria ficava a mexer nas minhas coisas, a passear no meu quarto.”

“Ela estava a revistar as minhas gavetas, parava e olhava para fora por um segundo, depois passava por outra gaveta.”

“Depois comecei a entrar no quarto dela porque sabem que mais? Queria ver o que ela estava a roubar, porque às vezes não se consegue realmente controlar todas as nossas coisas. Não se sabe o que está a faltar.”

“Foi quando comecei a encontrar as minhas coisas e as coisas da Katie no seu quarto – pequenas coisas como maquilhagem, verniz de unhas, ela levou um anel, um colar.”

“Ela levou a antiga identificação da Katie, o que foi muito estranho e ela tirou-me alguns livros.”

Depois de descobrir que um dos vibradores da Katie também tinha desaparecido, elas quiseram confrontar a Maria, que inicialmente negou ter levado os objetos – mas depois mensagens subsequentes parecem mostrá-la a admitir ter roubado os brinquedos s*xuais, mas a afirmar que se tratava de um “projeto de arte”.

 

A Jordan disse: “Tenho outros vibradores, mas penso que esse era o mais acessível, pois era o que eu já não usava realmente.”

“Lembro-me que ela o viu uma vez no meu quarto e disse: “Oh meu Deus, essa coisa é enorme”, e eu respondi: “Sim, é demasiado grande para mim. Eu não uso mais.””

“Talvez ela pensasse que esse seria o ideal para roubar.”

“Eu tinha outro no meu quarto e ela apanhou-o. A maneira como ela olhava à sua volta era como se estivesse à procura de restos de coisas, acho eu. Era realmente nojento.”

“Katie recuperou o dela mas nunca mais vi o meu. Quando a pressionei para ver o projeto de arte, ela nunca mais nos mostrou.”

“Penso que ela estava a usar os vibradores. Penso que talvez ela os estivesse a vender.”

“Costumava sentir-me realmente irritada, agora já me passou. Ela tem uma atração estranha pelos vibradores das outras pessoas.”

A Mary recusou-se a comentar e disse que se tratava simplesmente de uma “pequena disputa” que tinha sido “embelezada”.