Mulher é detida por ter ido surfar depois de ter testado positivo para o coronavírus

 

Podes pensar que só no teu país é que existem pessoas irresponsáveis mas a ignorância existe em todos os cantos do mundo: em Espanha, uma mulher decidiu ir surfar mesmo sabendo que tinha testado positivo para o coronavírus…

A mulher, cuja identidade permaneceu anónima, foi abordada pelas entidades competentes no dia 7 de setembro nas praias de Zurriola, San Sebastián, e foi mesmo detida depois de se negar a deixar de surfar.

A mulehr, que trabalha como nadadora salvadora na praia de La Concha, foi detida por desobedecer às autoridades e por delitos contra a saúde pública, porque sabendo que estava contagiada, devia repousar e permanecer em caasa. A verdade é que mesmo com COVID-19, ela decidiu sair e fazer a sua vida normal…

 

As autoridades foram notificadas para o caso desta mulher que devia estar em quarentena e não estava e foi por isso que foram ao seu encontro.

Ela foi libertada várias horas depois mas pode receber uma multa até aos 7 mil dólares pelo incumprimento da quarentena e outra até aos 141 mil dólares se tiver transmitido o coronavírus a mais alguém.

Surreal.