O Google Earth tem uma ferramenta nova que te vai permitir viajar no tempo

 

Foi no dia 15 de abril de 2021 que foi lançada a maior atualização da aplicação Google Earth desde 2017, na qual foi introduzida a nova funcionalidade de timelapse, através da qual será possível ver vídeos 3D de como o mundo mudou nas últimas décadas. As imagens são espantosas, mas ao mesmo tempo muito perturbadoras.

Para a realização desta nova função foram tiradas cerca de 24 milhões de fotografias de satélite entre 1984 e 2020, pelo que se trata do maior vídeo do mundo em todo o planeta, pelo menos de acordo com a Google.

Mais do que isso, a aplicação oferece uma série de visitas guiadas que mostram o clima e a mudança demográfica do local que estás interessado em explorar, para que posssa ver como era o mundo antes mesmo de teres nascido (quiçá).

Para completar este projecto, foram necessárias mais de 2 milhões de horas de processamento em milhares de computadores Google Cloud para montar 20 petabytes de imagens de satélite numa única colagem de vídeo terapixel 4.4, o que equivale a 530 mil vídeos em qualidade 4K.

 

Esta funcionalidade excelente e inovadora foi desenvolvida pela Google em conjunto com peritos do CREATE Lab na Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos. O objetivo é mostrar todas as mudanças ambientais das últimas quatro décadas em cinco temas: mudanças florestais, crescimento urbano, aquecimento global, fontes de energia e beleza natural do planeta.

Mas não é tudo, a empresa declarou que continuará a atualizar a candidatura durante a próxima década com imagens de cada ano. Para além disso, fará um convite atencioso aos utilizadores de todos os tipos para olharem atentamente e atenciosamente para a forma como as coisas estão a mudar e verem como as megacidades têm vindo a crescer e não ignorarem a desflorestação.

É um excelente projecto que também parece ter o propósito de aumentar a consciência sobre a devastação causada pelo aquecimento global e as alterações climáticas em todo o planeta, que se reflecte nos lagos, glaciares, estepes, selvas e florestas, bem como mostrar o crescimento drástico de grandes cidades como o Dubai, por exemplo.

O que dizer?