Pais indignados depois do hospital trocar o seu bebé por outra criança

 

Um hospital na província de Rizal, Filipinas, provocou recentemente uma grande revolta depois do seu staff ter, aparentemente, confundido dois recém-nascidos e os ter entregue aos pais errados. Numa reportagem, descobriu-se que a nova mãe, Aprhil Sifiata, deu à luz o seu bebé no passado 18 de Janeiro. Contudo, teve a sensação de que o recém-nascido não era seu porque era mais leve e tinha uma aparência diferente.

Eventualmente, até a tia de Aprhil ficou desconfiada quando reparou que a etiqueta do bebé tinha um nome e uma data de nascença diferentes. A data indicava 17 de Janeiro em vez de 18.

A história foi mais tarde captada pelos media locais e através da sua ajuda, Aphril e o seu marido Marvin conseguiram obter um teste de ADN.

 

Como o casal esperava, os resultados confirmaram que a criança não era deles. A família cujo recém-nascido foi trocado com o deles já foi contactada e também concordou com um teste de ADN.

Entretanto, um membro do staff do hospital confessou que a etiqueta original do bebé tinha sido removida acidentalmente.

Nicolas Lustero, diretor do Health Facilities and Services Regulatory Bureau do Departamento de Saúde, assegurou à família que a investigação está agora em curso e que aqueles que se revelarem negligentes nas suas funções serão devidamente tratados.