Polícia resgata criança de casa devido aos maus tratos e decide adoptá-la

 

Sabemos bem que os polícias têm o compromisso de proteger e servir os cidadãos e se alguns são criticados por não o fazerem, é preciso dar o mérito a quem é um profissional de excelência.

Hoje vamos falar de Brian Zach, da esquadra de Kingman, no Arizona, que decidiu resgatar uma criança da casa onde era submetida a constantes maus tratos para a adotar e dar uma vida melhor.

Em 2018, Brian atendeu um caso de uma criança que ficou com múltiplas lesões depois de ter sido agredida pelos seus progenitores. Assim que encontrou Kaila, a conexão que teve com ela foi imediata e ele não a deixou até que os investigadores designados para o caso a levassem para o hospital.

Ele esteve com ela, pintou com ela e deu-lhe consolo pela triste situação pela qual passava. Também esteve com ela no hospital algumas horas para se assegurar de que tudo estava bem. Quando chegou a casa para junto da sua esposa e dos seus dois filhos, contou-lhes tudo o que se tinha passado e manifestou a sua intenção de adotar Kaila.

 

Como os serviços sociais não encontravam nenhum familiar que pudesse ficar encarregados pela pequena, Brian e a sua mulher não tiveram quaisquer problemas em adotá-la.

Kaila tem hoje uma família que a adora e de acordo com Brian, ela é uma menina “muito carinhosa e brincalhona”. Este polícia e a sua esposa são considerados um exemplo, não só em termos profissionais como em termos de amor ao próximo.

Graças ao casal, esta criança tem agora a oportunidade de crescer num ambiente mais sereno, cheio de amor e cuidados.

Muito bom.