Soldado ucraniano recebe medalha depois de ter mandado à m3rda um navio de guerra russo

 

O soldado ucraniano que disse a um navio de guerra russo para ir à m3rda foi condecorado com uma medalha pelos seus serviços.

Roman Hrybov, que estava a trabalhar como guarda de fronteira na Ilha das Serpentes, enfrentou corajosamente os soldados russos que se aproximaram da ilha e disse aos guardas para se renderem.

As gravações das mensagens de rádio tornaram-se viras e foram verificadas por funcionários ucranianos pouco tempo depois.

 

Os soldados russos que se aproximavam da ilha disseram: “Este é um navio de guerra militar. Trata-se de um navio de guerra militar russo. Sugiro que baixem as armas e que se rendam para evitar derramamento de sangue e baixas desnecessárias. Caso contrário, serão bombardeados”.

Os restantes guardas internos da ilha foram capturados e fizeram parte de uma troca de prisioneiros com a Rússia. Um soldado que sobreviveu foi Hrybov, tendo-lhe sido atribuído um prémio de mérito pelo governador da região, Igor Taburets.

“Quero dizer um grande obrigado ao povo ucraniano por tal apoio. Este apoio inspira-nos”, disse Hrybov.

Ao apresentar a medalha, Taburets disse: “Penso que a Ucrânia deveria realmente conhecer os seus heróis e Cherkasy deveria conhecer os seus heróis”.

“O mais importante é que ele sobreviveu, apesar da pressão moral, apesar de tudo, e ele será um exemplo para os nossos ucranianos e para o povo de Cherkasy”.