Soldados ucranianos da Ilha das Serpentes que gritaram “vão para o [email protected]” foram libertados

 

Um grupo de marinheiros ucranianos que foram capturados enquanto defendiam a Ilha das Serpentes das tropas russas foram libertados como parte de uma troca de prisioneiros.

Os soldados fizeram manchetes no mês passado quando emergiu um áudio em que diziam aos russos para “irem para o [email protected]” depois de estes terem lançado a sua invasão da Ucrânia.

Os relatórios iniciais sugeriam que o grupo tinha sido morto durante o ataque, mas foi posteriormente confirmado que tinham sido capturados. Um mês após o início da invasão, os soldados foram libertados, uma vez que a Ucrânia e a Rússia concordaram em trocar 50 prisioneiros militares e civis na maior troca relatada até à data.

A notícia da troca foi partilhada pela vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, que explicou que a Ucrânia tinha devolvido 11 marinheiros civis russos que tinham sido resgatados de um navio naufragado perto de Odesa.

Em troca, 19 marinheiros civis ucranianos estavam a ser enviados de volta ao seu país de origem depois de terem sido capturados do navio de salvamento Sapphire, que as forças russas levaram durante o assalto à Ilha das Serpentes.

Para quando o fim?