Urso passou 25 anos a trabalhar no circo e quando foi libertado, sentou-se a apanhar sol

 

Depois de ter passado a maior parte da sua vida no circo, Toshka, o urso de 25 anos de idade, foi entregue a um santuário em Satanov, Ucrânia, para “reabilitação e apoio à vida”.

Depois de chegar, passou duas semanas a desconfiar dos humanos, mas agora está confortável na sua nova casa onde desfruta do sol e da água fria para se refrescar.

Toshka passou a maior parte da sua vida a fazer truques em palco para entreter o público circense. Mas em 2020 foi transportado com outros três ursos para um santuário onde goza da sua “reforma”. Ali, após um processo de adaptação, foi gravado um vídeo a 26 de agosto de 2020 onde pode ser visto sentado a apanhar sol.

O urso idoso recebeu água fria de uma mangueira e segundo as pessoas que cuidam dele, este é o seu “passatempo preferido”. Toshka tinha muito medo das pessoas, tanto que não deixou os arbustos durante duas semanas.

 

Felizmente, o cuidado e a atenção que recebeu acabou por derreter o seu coração.

Toshka parece ter encontrado o seu verdadeiro lar na natureza, onde gosta de ser um urso fora das luzes, dos holofotes e do espectáculo.

Os animais selvagens não pertencem aos circos. Muitas associações e organizações têm lutado pelos direitos dos animais e lutado contra a exploração e maus tratos dos animais nos circos. Em muitos casos, os animais são confinados durante toda a sua vida em pequenas gaiolas com condições precárias que reduzem a sua esperança de vida.

O que dizer?